Resenha - Lucky☆Star: Meninas moe e a arte de ser otaku! - Anime


Olá, amados leitores! Tudo beleza? Eu espero que sim - caso o contrário, podem me procurar no twitter caso precisem de um pouco de apoio moral. Garanto que minha sofrência vos animará -. Pois bem, minha gente, acho que vocês perceberam que a frequência das postagens está meio irregular. Mas a resposta para isso é: provas. É, como eu falei no post sobre o layout novo, eu entrei nessa época em que os professores passam matéria correndo, tentam revisar (tentam), mandam quinhentos trabalhos e marcam duzentas provas. Eu adoraria dizer que as coisas já se acalmaram, mas infelizmente é por pouco tempo...segunda começam as provas trimestrais e eu não estou preparada :'D. Aliás, vocês viram a temporada de animes de Julho? Estou muito ansiosa...e como estarei de férias, tentarei aproveitar esse tempo para assistir e fazer resenhas o máximo possível. Também tentarei fazer um post sobre minhas expectativas e quem sabe alguns posts semanais acompanhando animes que eu julgar mais interessantes. Parece-me bem interessante...Vai ter Orange, gente! ORANGE!! Agora só faltam transformar Koe no Katachi em anime e eu poderei morrer em paz - lembrando que a produção já está em andamento, mas pelo que bem me recordo será um filme e a arte está lindíssima. Ainda tem alguns animes sem data prevista...que me parecem muito interessantes ♥ Anyway, hoje decidi trazer a review de um anime muito conhecido no mundo otaku mas pouco comentado em blogs e redes sociais.

Informações
Título: Lucky☆Star
Episódios: 24
Estúdio: Kyoto Animation
Gênero: Comédia, colegial, paródia, seinen, slice of life
Classificação: Livre
Roteiro: Kagami Yoshimizu
Sinopse: A história de Lucky Star normalmente conta a vida de quatro garotas estudando em um colégio. Tem como localização a cidade de Kasukabe na prefeitura de Saitama. A personagem principal Konata Izumi, é atlética e até inteligente, mas também levemente misteriosa e calma, que apesar das qualidades, não está em um clube de esportes e usa maneiras incomuns para se dar bem nas provas. Ela prefere ler mangás e jogar video game do que fazer a lição de casa. A série começa com as quatro personagens principais no seu primeiro ano de colégio: Konata Izumi, Kagami Hiiragi, Tsukasa Hiiragi e Miyuiki Takara. No decorrer da história, elas passam para o segundo e terceiro ano. No entanto, quando o anime começa a história com elas inciando o segundo ano, outras garotas do colégio que são vistas na aberturas vão sendo introduzidas no decorrer da série. 


História: Acho que todo mundo conhece ou já viu pelo menos uma vez essa menininha de cabelos azuis pela internet. Ela não é nada mais nada menos do que Konata Izumi, a protagonista de Lucky☆Star.  A sinopse poderia ter simplesmente sido descartada deste post, pois tudo o que você precisa saber é: A história gira em torno de uma garota otaku e fujoshi de 16 anos que tenta induzir os outros a entrar nesse mundo de corrompimento social e sua trupe de amigas inocentes e moe. Ela tem um pai lolicon esquisito e sua mãe morreu quando Konata ainda era pequena, desde então ela vem...vivendo (?) e praticando otakismo. 

Eu tentando estudar.
Resumidamente, Konata passa o anime inteiro sofrendo de um pé de carpetismo extremo e seguindo a rotina de um otaku, ou seja, assistir animes, jogar a noite inteira e não estudar por causa da falta de concentração - ou seja, eu. Além disso, tem também suas amigas: Tsukasa e Kagami Hiiragi, duas gêmeas com personalidades completamente opostas que têm o cabelo roxo e olhos azuis (Kyou, Ryou, são vocês?!) e Miyuki Takara, a típica menina fofa, inocente, peituda e rica, amiga de protagonistas sempre pobres (Mugi-chan?). E é claro, outros personagens aleatórios vão aparecendo no decorrer do anime, como a prima da Konata, a irmã mais velha da prima da Konata, sua professora gamer, uma garota de cabelo verde kauai e é claro...A MAIOR E VERDADEIRA RAINHA DESSA BAGAÇA: AKIRA KOGAMI

 

e outros deveras desinteressantes...

O elenco é grande, mas o anime é focado principalmente nessas quatro personagens e suas peripécias do dia-a-dia. E é claro, não há nada de muito inovador, como característica típica desse tipo de slice of life, somos apresentados a personagens artificiais e genéricas, a tsundere, moe, kuudere, lolicon, certinha...provavelmente a Akira é a única com uma personagem mais "original".

Arte: A ARTE DE LUCKY STAR É A COISA MAIS MOE DO MUNDO!! (não podia esperar nada diferente da KyoAni). Cores vibrantes, olhos enormes e personagens extremamente fofas! Eu gosto bastante do character design das personagens, é tudo tão fofo que dá até vontade de morder, mas, sendo sincera, não há nada de muito atrativo na animação de Lucky Star. Não há tanto foco nos cenários e a arte é bem simplezinha, sem muitos detalhes. Considerando que é um slice of life, eu diria que nem é assim tão decepcionante. Maaas, eu acho que esse é um dos pontos fortes de L☆S, mostrar o cotidiano das personagens da forma mais simplória possível, sem nada de muito excepcional. Eu acho que o estúdio conseguiu adaptar bem os traços do artista, e colocar em prática a ideia de transformar o anime em algo divertido e descontraído. Aliás, acho que o que chama mais atenção na obra são as referências à outros animes e a própria arte, porque a história em si não tem muito a apresentar.


Músicas: 70% das músicas de Lucky Star são de outros animes, normalmente aparecendo no final dos episódios...portanto, não há nada de muito interessante - na verdade, rende algumas horas de busca na internet por anime musics. Eu gosto muito da opening, a música é bem fofinha e descontraída e é legal ver a live da dancinha delas :3


Abertura
Motteke! Sailor Fuku! - Aya Hirano, Aya Endõ, Kaori Fukuhara, Emiri Katõ

Encerramento
Eu não ganho o suficiente para listar todas aquelas músicas aqui.

Descobrindo a arte de ser fujoshi.
Além disso, Lucky Star é a principal arma da KyoAni para difundir entre os povos a cultura Haruhista, a qual Konata se dedica exclusivamente 90% de seu tempo. No anime também é mostrado outras experiências da vida de Izumi além de ir para a escola, como o seu primeiro emprego, alguns eventos de animes e até a venda de alguns mangás que ela mesma escreveu. Acho que animes em que o protagonista é a representação do publico que vos assiste têm ficado extremamente populares ultimamente...ou os escritores/produtores estão apenas com preguiça de escrever algo mais decente , hahaha (brincadeiras à parte - ou não). 

Mais uma vez, Konata me representando quando eu não entendo porra alguma.
Sendo realmente sincera, o plot de L☆S não é muito interessante. Na verdade, o anime não tem uma finalidade ou um fim certo, episódio após episódio somos colocados de frente ao cotidiano de Konata, e nada mais. Não acontece nada de muito radical. Acompanhamos o dia-a-dia de uma adolescente otaku vítima de uma sociedade opressora, mas que na verdade não dá a miníma para isso (certa é ela). A coisa mais esquisita e surpreendente que poderia ocorrer no anime todo seria a Konata tirando nota alta em alguma coisa. Ademais, não há nada de muito atrativo em Lucky☆Star - e a menos que você esteja buscando um pouco de comédia moe, ele passa facilmente despercebido. Não que isto seja um ponto propriamente negativo, mas o enredo não cativa. Bem, é um slice of life...colocar todas as expectativas nas costas da produção me parece meio pesado...No entanto, eu acho que vale a pena assistir pela comédia e pelas referências à outros animes - algo que eu particularmente acho muito legal, pois Konata é a representação de nós otakus, que vivemos normalmente e nos divertindo em meio aos mundos fantasiosos de vários animes e mangás diferentes. Enquanto assistia, me aproximei bastante do anime por este exato motivo. No geral, é um anime lento e tranquilo, e um bom recurso quando se está assistindo outras obras tensas demais xD.  Não é um título que recebe muita atenção, sabe? A protagonista é realmente muito popular pela internet, mas é raro ver alguém que assistiu até o fim ou que é um fã 100% adepto. Sinceramente, eu não gosto muito da arte de Lucky Star...os cenários mal detalhados e essas outras coisas me incomodam bastante, mas eu gosto de Lucky☆Star do jeito que ele é. Tudo isso o faz ser um anime mais descontraído e zen, divertido de assistir. Mas ele também pode ser bem chatinho às vezes...Ainda pensando em tonar a a Tomoko ou a Izumi como mascote do blog...me parecem sugestões plausíveis.

Essa sou eu depois de finalmente terminar e postar essa resenha.






5 comentários:

  1. Olá Querida! Tudo beleza sim, mas quando não estiver, já sei aonde recorrer! huehue

    Então, provas são um dos maiores diabos da blogosfera, não é mesmo? hehe Encerrei essa semana minhas provas da faculdade; um sufoco! Mas, felizmente, consegui boas notinhas. <3 Ah, boa sorte para as suas!
    Eu já conhecia esse anime, e adoro inclusive! Achei sua postagem bem instigante para quem não conhece começar a assistir! hehe

    Enfim, até a próxima!
    Beijos da Misaki! || GQCA~

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Gaby! Ahahaha ainda bem, mesmo assim, estarei sempre à disposição XD

      Com certeza, muitas blogueiras abandonam seus blogs por causa da faculdade ou até mesmo da escola, é duro. Obrigada, e parabéns pelas suas notas! Espero que você continue a ir bem nos próximos semestres =)
      Obrigada!! Eu também gosto bastante de Lucky☆Star, achei até que fui um pouco dura na crítica, mas fico feliz ao saber que despertei seu interesse <3

      Beijinhos :*

      Excluir
  2. Oi Nagisa <3
    Lucky Star é um anime que não tenho vontade de ver, embora também conheça, saiba do que se trata e conheça essa musiquinha e op wtf dele HASHUASHUASHUASHUAHUSAHUA mas é, costumo procurar coisas com uma história mais profunda e raramente assisto animes com esse enredo mais dia a dia e comédia.
    Um anime que me lembra muito Lucky Star, por causa da arte e do estilo, é Acchi Kocchi, que assisti pelo shipp e terminei frustrada HUAHSHUAHAHUHAU! Mas é kawai desu, vale a pena (?)

    Respondendo seu comment, fico feliz que o post sobre design tenha servido pra algo. Sei como é esse lance de "esconder as técnicas", já fui vitima de copycat e a desculpa da pessoa foi justamente "não pedi porque achei que você não ia falar". Mas acima de tudo, acho que design tem a ver com estilo, então não vejo sentido em ficar fazendo muito mistério não, hahahaha!
    E eu ameeeeeeeei o presentinho, que plaquinha mais linda! ;w; Agradeço de coração!

    Beixinhos :*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Shana! ♥
      AHUSHAHSUHAUAHSUH Eu também não costumo assistir muitos animes de cotidiano, o máximo que eu chego disso, normalmente, é assistindo shoujos - que conseguem ser infinitamente mais interessantes (alguns) e misturar slice of life com comédia, drama e romance <3 Gosto também de procurar animes mais profundos, assisti Lucky Star lá em meados de 2014 e ainda deixei uns 3 ou 4 episódios droppados XD
      Ah, verdade! Eu acho que Acchi Kocchi consegue ser ainda mais parado que LuckyStar, mas a comédia compensa! Sobre os shipps...nada a comentar, já esperava aquele final sem sal. Mas a Miniwa, aaah, Miniwa <3 Mas o que me convenceu a terminar de ver mesmo foi a Mayoi e sua fantasia de urso AHUSHUAUAHSUHAUSH! Lembro que até tentei fazer um layout todo laranja com ela como tema na época! LoL

      Aí já é ser muito cara de pau mesmo, mas eu penso que, se você sabe, por quê não ajudar? Pessoalmente, acho que é muito egoísmo não ajudar com o argumento de "aprendi sozinha procurando tutoriais por mim mesma, que você faça o mesmo". Como você mesma disse, design tem mais a ver com estilo...não é porque você ajudou fulano que ele vai te copiar AHSUAUSHAUHS Às vezes vejo layouts lindos por aí e tento me inspirar, mas logo percebo que apesar de achar kauai deço e tudo o mais, não combina comigo e com o blog :')
      Awwwwn, que bom! Fico muuuito feliz que você tenha gostado (˶◕ܫ◕˶)! Não sabia bem o que fazer, então meio que tentei a sorte hahaha.

      Beijinhos~

      Excluir
  3. Olá ~
    Sei bem o que você está passando, minha professora de física passou um trabalho pra semana que vem que vale 3 pontos NA MÉDIA, é tipo um resumo da pagina 30 á 54 ;-; e é muita coisa escrita /socorr
    Quando eu era mais nova sempre assistia animes, mas depois que me tornei adolescente parei um pouco, esse anime sempre esteve na minha lista, como K-on e uns outros, mas sempre quis assistir Lucky Star e acho que agora fiquei com mais vontade, não sabia que a Konata era otaku e fazia essas coisas -q

    Gostei muito do blog *-* Seguindo ~
    Aceita afiliação?
    Chu ~
    ♡ Buquê de Flores ♡

    ResponderExcluir

一 Respeito é bom e todo mundo gosta;
二 Palavras de baixo calão completamente livres;
三 Por favor, pedidos de afiliação apenas pela página de amigos;
四 Todos os comentários são vistoriados antes de serem publicados;
五 Não esqueça de deixar o link do seu blog no final do comentário ♥;